sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Governo dá 12 milhões a quem arrancar vinha

«A reforma prevê que sejam arrancados 175 000 hectares de vinha em toda a UE, estimando-se que 10 a 12 mil em Portugal. Os agricultores que desejem abandonar a actividade nos próximos três anos terão direito a um subsídio, que no total ascende a 12,4 milhões de euros

Mas não era este um sector de sucesso?
Se calhar o sucesso foi de mais, é necessário vender o vinho a martelo da Europa central e do Norte, que nem no rótulo é indicado que é feito de açúcar sacarino.
Mais uma prova do sucesso destas negociações para a Alemanha e outros não para nós…

1 comentário:

O FóMóiRé disse...

e a nova rede telephónix? han?! eheheh